arquivo

Arquivo mensal: maio 2012

Para a jornada de protestos contra as imposições da Troika (Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia) aos países em crise na Europa, eram esperadas de 30 a 40 mil pessoas em Frankfurt am Main nos dias 17 a 19 de maio. O chamado Blockupy Frankfurt incluía um grande ato, o bloqueio da área central da cidade, além de debates, acampamentos e festas onde estão situados o Banco Central Europeu, outros bancos e importantes grupos financeiros. No entanto, as coisas não saíram exatamente conforme o planejado. Seja pelo momento de relativa fragilidade de Angela Merkel no cenário europeu com a vitória de François Hollande na França e a instabilidade no parlamento grego, seja pela incômoda localização dos protestos – o centro financeiro de Frankfurt e seu alvo preciso, a hegemonia alemã na zona do Euro –, ou seja ainda pelo caráter internacional e abrangente do encontro, o fato é que houve uma ação massiva para impedir por muitos meios as manifestações. Já de início, o Blockupy, bem como qualquer protesto na cidade durante os três dias, foi proibido. Mais tarde, graças à ação dos organizadores, foi liberado o ato do dia 19.

Read More

Anúncios